CONGRESSO SOBRE DESENVOLVIMENTO DO TURISMO DISCUTE LIBERAÇÃO DE VISTOS, LEGALIZAÇÃO DE CASSINOS E ENGAJAMENTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO

O XI Congresso Brasileiro de C&VBx, realizado pelo Brasil Convention & Visitors Bureau, reuniu lideranças, autoridades e empresários, em Brasília

Ao reunir lideranças do setor do turismo nacional em Brasília o Brasil Convention & Visitors Bureau provocou um debate sobre os principais temas do momento: isenção do visto para turistas de alguns países e a sua contribuição para o crescimento dos polos turísticos; a expectativa para a legalização de cassinos no Brasil e o seu impacto econômico em novos negócios, empregos e arrecadação fiscal; a inserção do patrimônio cultural nos projetos turísticos; a ampliação da Embratur; leis de incentivo, entre outros temas.

O XI Congresso Brasileiro de C&VBx, realizado pelo Brasil Convention & Visitors Bureau em Brasília, nos dias 21, 22 e 23 de abril, reuniu representantes do governo, associados, destinos e sociedade em geral para discutir os temas nacionais que importam atualmente no Brasil com o objetivo de desenvolver o turismo nacional como importante fonte econômica para o país.

O presidente do Brasil Convention & Visitors Bureau, Márcio Santiago, defende que o turismo é um importante gerador de renda e de empregos em todo o mundo. “O turismo é a busca do bem comum e gera benefícios aos governos, aos empresários, aos trabalhadores e aos visitantes. Precisamos implementar medidas liberais que favoreçam o crescimento da economia e do turismo nacional”.

Além do turismo de lazer e cultural, Márcio Santiago também destaca o turismo de negócios e eventos que divulga o potencial econômico de diversas regiões do Brasil e movimenta o capital nacional e estrangeiro. “O Turismo é a principal ferramenta geradora de empregos e, pode contribuir, no curto prazo, com a diminuição do desemprego”, destaca Márcio.

TURISMO COMO GERADOR DE OPORTUNIDADES, NEGÓCIOS E EMPREGOS  

O secretário executivo do Ministério do Turismo, Daniel Nepomuceno, falou na abertura do congresso e também destacou o turismo de eventos na criação de oportunidade de negócios.

“Temos o desafio de posicionar o turismo no centro da agenda econômica e política do país. O turismo de eventos – através de feiras, congressos e exposições, entre outros tipos de negócios, contribui para a consolidação da atividade como segmento indutor do desenvolvimento regional, por meio da criação de oportunidades de negócios, empregos e renda para os destinos”.

A secretária de Turismo do distrito federal, Valéria Mendonça, que também esteve na abertura do XI Congresso Brasileiro de C&VBx, destacou a importância do turismo como atividade econômica geradora de receitas e empregos.

“O turismo é uma indústria que gera milhares de empregos. Eventos como esse fortalecem o turismo de Brasília, que tem abraçado, a cada dia, sua vocação para a geração de negócios e movimentação da cadeia econômica”.

Durante os três dias do congresso, vários palestrantes abordaram os temas mais relevantes do turismo nacional. Entre eles: o Secretário Executivo do Ministério do Turismo, Daniel Nepomuceno; o deputado e presidente da Frente Parlamentar do Turismo, Herculano Passos; o presidente interino da Embratur, Leônidas Oliveira; o presidente do C&VB, Márcio Santiago; o presidente da FBHA e diretor da CNC- Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Alexandre Sampaio e o ex-ministro do Turismo, Marx Beltrão. 

Na Assembleia Geral, que aconteceu no dia 21 no Hotel Manhattan, um dos temas mais debatidos foi a qualificação dos C&VBx na captação de eventos para os seus respectivos destinos. Com isso, e com a criação do BBE – Banco Brasileiro de Eventos pelo Brasil Convention, os C&VBx parceiros terão acesso a mais de 2000 eventos itinerantes que trarão benefícios diretos a seus mantenedores.

O Congresso realizou palestras em três locais: Hotel Manhattan, Confederação Nacional de Municípios e na Câmara Federal.


ASCOM – BRASIL C&VB / Mirtes Wiermann